Pesquise...

Últimos Posts

Arquivo de Posts

2017 - 2016 - 2015 - 2014 - 2013 - 2012

Postagens Populares

Vem Comigo!

     
  •      
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Tecnologia do Blogger.

Boletim Informativo?

* obrigatório

Total de Acessos


Saudações,

Na postagem anterior, ISO/DIR com Grub2Win, eu mencionei que estou sendo "obrigado" a utilizar o Windows.

Pois bem, agora, eu estou precisando de um ambiente básico que suporte a linguagem web PHP.

E, já que estamos aqui... vamos brincar um pouco...

Lighttpd com PHP-FPM via Cygwin


ATENÇÃO!
Somente para teste... não use esta configuração em um servidor de produção.

Primeiro, baixe e instale o Cygwin no site cygwin.com. O projeto suporta o Windows 32 e 64 bit.

Quando eu falei em ambiente básico, eu não estava brincando. Eu instalei somente o Lighttpd e PHP, veja:

 

Depois da instalação, abra o terminal do Cygwin e confira se os programa desejados foram instalados...



$ /usr/sbin/lighttpd -v


$ /usr/sbin/php-fpm.exe -v


Tudo certo? Então vamos continuar...


Agora vamos instalar o Lighttpd e o PHP-FPM como serviços do Windows, e programa-los para iniciar junto com o sistema.

Execute:

$ cygrunsrv --install lighttpd --path /usr/sbin/lighttpd --args "-D -f /etc/lighttpd/lighttpd.conf" --disp "CYGWIN lighttpd"

$ /etc/rc.d/init.d/php-fpm install


Aproveite e crie os diretórios necessários para o servidor web funcionar corretamente...

$ mkdir /var/log/lighttpd

$ mkdir -p /srv/www/htdocs

Sem erros? Ótimo!

Confira a ativação dos serviços, mas, não os inicie ainda...


... vamos fazer alguns ajuste no Lighttpd e no PHP mexendo nos arquivos de configuração.

Encontre, Comente/Descomente as diretivas do seu /etc/lighttpd/lighttpd.conf conforme abaixo:

#
#server.use-ipv6 = "enable"
#
server.bind = "localhost"
#
#server.event-handler = "linux-sysepoll"
#
#server.network-backend = "sendfile"
#

Salve o arquivo lighttpd.conf.

Agora, adicione a diretiva mod_fastcgi no seu /etc/lighttpd/modules.conf conforme abaixo:

server.modules = (
 "mod_access",
 "mod_fastcgi",
# "mod_alias",
# "mod_auth",
# "mod_evasive",
# "mod_redirect",
# "mod_rewrite",
# "mod_setenv",
# "mod_usertrack",
)

Anda no mesmo arquivo, modules.conf, localize a linha do include do FastCGI e descomente, veja:

#
include "conf.d/fastcgi.conf"
#

Salve o arquivo modules.conf.

Estamos quase lá... abra o arquivo /etc/lighttpd/conf.d/fastcgi.conf, e na seção fastcgi.server, deixe conforme abaixo:

fastcgi.server = ( ".php" =>
                  ( "php-local" =>
                   (
                    "socket" => "/var/run/php5-fpm.sock",
                    "max-procs" => 1,
                    "broken-scriptfilename" => "enable",
                   )
                  )
                 )

Salve o arquivo fastcgi.conf.

Vamos agora configurar o PHP-FPM editando o arquivo /etc/php5/php-fpm.conf. Localize a diretiva listen, e deixe conforme abaixo:

#
listen = /var/run/php5-fpm.sock
#

Salve o arquivo php-fpm.conf.

E, para finalizar a configuração, abra o arquivo /etc/php5/php.ini, e descomente a linha cgi.fix_pathinfo. A diretiva ficará assim:

#
cgi.fix_pathinfo = 1
#

Salve o arquivo php.ini.

Agora sim! Chegamos à magna recompensa. Abra os serviços do Windows e inicie o Lighttpd e o PHP-FPM...


Vamos testar?

Crie o arquivo /srv/www/htdocs/index.php com o seguinte conteúdo...

<?php

phpinfo();

?>

Salve o arquivo index.php.

Abra o seu navegar no endereço 127.0.0.1 ... você verá uma tela com a da imagem abaixo:


Depois de tudo isto você deve está se perguntando... por que não usar um projeto como o WampServer, XAMPP ou o EasyPHP?

Bem, para mim a resposta é simples... conhecimento!


Paz a todos!

2 comentários:

Anônimo disse...

O retorno recebido é 503 - Service Not Available

Acredito que seja porque o php-fpm não foi inicializado, como ficaria para colocar o php-fpm como um serviço assim como o lighttpd?


Obrigado


Saudações,

Dá uma olhada na postagem... você usa o comando "/etc/rc.d/init.d/php-fpm install" para adicionar o php-fpm aos serviços do windows.

Obrigado pela visita!

Fica bem.


Postar um comentário